Do Repente "Espetáculo de dança na rua"

“DO REPENTE” CIRCULA PELO INTERIOR TOCANTINENSE

Companhia Lamira, reconhecida nacionalmente, faz turnê pelo estado do Tocantins com espetáculo que já viajou por todo o Brasil

 

Assistido por mais de 32.000 pessoas, espetáculo de dança “Do Repente” circulará em quatro (04) cidades do Tocantins.A companhia LAMIRA Artes Cênicas, de Palmas, proporciona neste espetáculo uma viagem nas figuras do poeta cantador, do coquista, do glosador,do cordelista e da influência desses elementos na formação e diversidade cultural do Brasil. O espetáculo acontecerá pelo projeto Rota Tocantins, que tem patrocínio de O Boticário na Dança e da Energisa, e é uma realização do Ministério da Cultura e do Governo Federal, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

“As pessoas que estão ali, na rua, tem tanto direito de assistir e de ter acesso, como uma pessoa que tem dinheiro pra pagar a entrada de um espetáculo em alguma casa especial de apresentação de teatro e dança. A rua é democrática. É para todos!” (João Vicente, diretor artístico da Lamira). Esse é o conceito da Lamira para definir a relação do público com seu espetáculo de rua “Do Repente”. A montagem, que traz uma mistura do universo popular nordestino, fala de cultura diretamente ao povo: seu elemento chave.

As duas primeiras cidades que recebem o espetáculo são Divinópolis do Tocantins (03/06) e Brejinho de Nazaré (10/06). A poética do espetáculo oferece proximidade ao público, o que atrai muitas pessoas e faz com que quem esteja passando na rua, pare para assistir. O espetáculo tem 35 minutos de duração e foi estreado em 2012. Já foi apresentado mais de 85 vezes, em mais de 70 cidades brasileiras, em todas as regiões do País.

O processo de criação do“Do Repente” inclui pesquisas sobre várias estéticas, como a commediadell’arte, o uso de máscaras na construção de personagens e a movimentação articulada existente na manipulação de marionetes. A construção estética deste espetáculo é baseada em personagens que se movimentam no contexto da temática. As sequências coreográficas, muito embora se realizem em sincronia, carregam a diferença de serem “assinaladas” pelo persona, pelas características que são de cada personagem literário atuante na cena.

A trilha sonora é recheadada magia da música popular, e se torna um elemento vital para esse espetáculo. No roteiro estão canções de Lindalva e Terezinha, Os Nonatos, Mossinha de Passira e Valdir Teles, Galego Aboiador, e Antônio Nóbrega. O enredo inclui também a adaptação do “causo” Matuto Incrementado, de Amazan.

As letras em português carregam o sotaque nordestino, característico do regionalismo, além de palavras que tem significado e oralidade fluentes a essa cultura. Para o público mais próximo desta realidade é um prato cheio em identificação, e é onde os sorrisos das pessoas invadem a cena, representando uma relação crescente que se abre entre o público e os artistas. Além da identificação, para o público brasileiro no geral,pode haver um encontro com características de nossa cultura ainda desconhecidas, o que pode provocar uma grande e agradável surpresa.É de classificação livre, gratuito e imbuído de leveza e humor.

Lamira Artes Cênicas

A Lamira é um grupo de artes cênicas de Palmas - TO. Criada em 2010, a Cia completa sete anos de existência. O grupo busca na fisicalidade o ponto de interseção entre as linguagens da dança, teatro e arte circense. Suas produções partem da interação entre coreógrafos, diretores e pesquisadores das mais diversas áreas. O objetivo da Cia é fomentar, fortalecer e desenvolver as artes cênicas como linguagem cultural.

 

Serviço:

Espetáculo “Do Repente”

Cidade:Divinópolis do Tocantins (TO)
Data e Horário: 03/06, Sábado, às 20h.
Local: Centro Cultural Senador João Ribeiro

Tags: Cultura, Secretaria Municipal de Educação

voltar para Utilidade publica

show b02s bsd center fwR tsN normalcase|bsd fsN uppercase tsN fwB center show c05s b01s|left show fwB|bnull||image-wrap|login news fwB fwR tsY c10|normalcase fsN fwR tsY c10|b01 normalcase tsY c10 bsd|login news normalcase fwR c10 tsY|normalcase fwR tsY c10|b01 normalcase tsY c10 bsd|content-inner||